Sapato para dirigir

Sapato para dirigir

VocÊ sabe qual sapato para dirigir deve escolher? Sempre que você acerta o shopping buscando um novo par de sapatos, a primeira coisa que vem à sua mente é (ou deve ser) a maneira como se encaixa no seu guarda-roupa. Para todos os drivers, a seleção do calçado também deve se relacionar com a maneira como ele afeta sua técnica de condução e com a facilidade que você faz sentir na área do pedal. Ou para homem ou mulher, o sapato para dirigir padrão segue as mesmas características:

  • nível adequado de espessura da sola para que o motorista sinta a pressão adequada do pedal
  • confortável
  • protetor do tornozelo
  • sola não escorregadia quando molhada
  • mantenha o salto suspenso para melhorar o controle de aceleração / pedal do freio

Sapato para dirigir

Em primeiro lugar, gostaríamos de afirmar que encontrar os sapatos de condução perfeitos não deve ser considerado um extra-algo para melhorar a sua condução, mas uma necessidade de mantê-lo pronto e preparado para qualquer coisa que possa acontecer no trânsito. Todos sabemos que a diferença entre “Isso estava perto”. e ‘Oh, meu Deus!’ é muitas vezes medido por centenas de segundo, e é aí que o fator do calçado entra em jogo. Se for corretamente, você pode melhorar seu tempo de reação, seja envolvendo travagem, mudança de marchas ou aceleração. Manter um par adicional de sapatos de condução no seu carro também resolveria facilmente o dilema de ter que construir seu guarda-roupa inteiro com base em apenas um tipo de sapatos.

Sapato para dirigir
Sapato para dirigir (foto: Blog do Condutor)

A primeira coisa que você deve ter em mente ao comprar sapatos de condução (sapato para dirigir) é garantir que eles tenham uma sola bastante fina. Isso é importante, pois fornece a melhor pressão do pedal ao travar ou acelerar. Se a sola é muito grossa, você terá dificuldade em sentir os pedais, ao mesmo tempo em que pressiona demais os tornozelos. A sola mais grossa geralmente significa mais peso e isso causa dificuldades quando se trata de manter um tornozelo relaxado ou assegurar movimentos repentinos mais fáceis.

Além disso, a sola não deve ser muito larga, pois pode fazer com que seu pé toque dois pedais ao mesmo tempo. Claro que você quer a maior área de contato do pé pedal disponível para uma pressão mais fácil que vem do seu pé, mas isso não deve evoluir em um esforço de dois pedais. Além disso, a sola deve ter uma boa aderência nas condições normais e chuvosas para que não escorregue. A melhor maneira de evitar escorregadio é limpar seus pés antes de entrar no carro, independentemente do nível de aderência fornecido pelos seus sapatos.

Pode-se argumentar que dirigir os pés descalços é o melhor caminho a seguir. Um argumento seria que ele ajuda você a alcançar a melhor pressão de pedal possível. No lado negativo, porém – e há muitos argumentos aqui – em unidades de longa distância, o pé tende a ficar suado e pode escapar facilmente do pedal, aumentando a possibilidade de ferimentos no tornozelo ou no pé (para não mencionar o controle perdedor do seu carro) .

Para que o motorista mantenha a ação adequada no pedal de freio e aceleração (também embreagem para carros de transmissão manual), o calcanhar do condutor deve sempre sentar no chão. Isso nos leva a sapatos de salto alto. Temos certeza de que este tipo de calçado se encaixa perfeitamente com a aparência da empresa / mulher elegante, mas quando se trata de dirigir um carro, eles devem ser evitados. O salto alto interfere na operação lógica do condutor dos pedais, tornando-se um impedimento importante para sentir a pressão necessária (como o calcanhar do condutor é suspenso durante todo o disco).

As botas também devem ser negligenciadas ao dirigir um carro, pois eles tendem a ser bastante pesados ​​no pé e podem ficar presos debaixo dos pedais quando se deslocam. Os flip-flops também são considerados uma das piores escolhas para um “equipamento de condução”, bem como sandálias ou sapatos de pensão única. Todos estes tipos de calçado provaram ser bastante perigosos e causaram uma quantidade significativa de acidentes leves no tráfego pesado.

Basicamente, suas melhores soluções para um bom controle sobre os pedais são os clássicos sapatos esportivos (eles dizem que a espessura máxima da sola não deve exceder 10 mm, mas nossa sugestão é garantir que ele permaneça abaixo de 4 mm) ou calçados lisos. Estes últimos fornecem uma excelente área de contato do pedal, desde que sua largura seja mantida sob dimensões razoáveis.

Related Post

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *